sábado, 22 de setembro de 2012

QUANDO CANTANDO


       QUANDO  CANTANDO

Quando cantando,
                canto em teu louvor
Os versos que escrevi  
                 por teu amor,
Sou mais eu-  meu Amor-
                 - sou mais feliz.
Canto, sentindo vibrar
                  meu coração,
Desejo que te toque
                  minha canção
Tal como quero,
                  como  sempre quis.
Quando cantando te olho-
                   - minha Flor!
É já bem menor,
                    então,  aquela  dor,
Dor de ausência sentida,
                    sem te ver.
Olhamo-nos  em total
                    encantamento!
Somos felizes!
                    Não há mais tormento!
Só queremos,  juntos,
                    poder viver.
Quinta da Piedade, 21 de setembro de 2012
JGRBranquinho

Sem comentários:

Enviar um comentário