segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

ÉPOCA ÁUREA DUM AMOR / VERDADE


ÉPOCA  ÁUREA DUM  AMOR/ VERDADE

Há sítios onde não sonhámos nossos prantos
Neste caminhar conjunto, bem lado a lado!
Época áurea dum amor/verdade, mal fadado,
De que jamais esqueceremos seus encantos.

De que jamais esqueceremos seus encantos
Tais e tantos, duma época de singulares amores!,
Onde, em nosso caminho, só víamos belas flores
Sem sombra alguma de indesejáveis prantos.


Sem sombra alguma de indesejáveis prantos
Que nem por sombras admitiríamos vir a ter!
Mas... sem recursos... dia a dia vimos perder
Para sempre, esses momentos só de encantos

Vilamoura, 14 de maio de 2013
JGRBranquinho



Sem comentários:

Enviar um comentário