domingo, 14 de maio de 2017

NA MINHA ESTRADA... LONGA ESTRADA!

Na minha estrada...
longa estrada!,
Concedeu-me a sorte
conhecer alguém.
Rosa em flor,
desejada,
não sei se cuidada...
Nela me encantei,
foi meu bem.
Trouxe-me a vida!
Outra vida ao coração.

Rosa vermelha em flor,
mui delicada,
atraiu o poeta!
Musa a elegeu
por convicção.
Dedicou-lhe seus poemas,
foi sua ninfa amada.
Amou-a muito!
Por ela também sofreu.
Loucura bendita...
por ela se prendeu.
Os dias passavam...
por ela ria,,
por ela chorava,
Não mais sua vida
seguiu noutro sentido!
Guiava-o, cada dia,
esse bem mais querido.
A ela, e só a ela,
sua poesia consagrava.
Um dia...
(num momento de coragem)
seu sentir ousou declarar.
Boa a ideia?!
Seria ela apenas miragem?!
Expectante, timidamente,
ficou a aguardar.
Era a sua homenagem!
Tinha que lho confessar.
Em boa hora o fez!
Foram felizes
durante muitos anos:
Tanto quanto se pode ser
neste mundo.
Por seu amor profundo
partilharam sua felicidade,
suas lidas!
Deram mais vida
às suas vidas.

JGRBranquinho   -  "Little White"



Sem comentários:

Enviar um comentário