segunda-feira, 31 de maio de 2010

NO CORAÇÃO A ESPERANÇA

No coração
 a esperança
dum tempo novo
contigo ao lado.
Que venha breve,
sem tardança...
A hora de te ter
e não seja eu
mais castigado!

A vida há-de ter
para mim
um novo interesse!
Nova alegria
em meu rosto
há-de aflorar.
Não creio que Deus
me esquecesse
E não permitisse
o meu libertar.

JGRBranquinho

SE TE CANTO, SE TE ESCREVO, SE...

Se te canto, Diva Linda
É só por muito gostar.
Se te choro, mágoa infinda
É só por muito te amar.

Se te escrevo, Diva Linda
Não é só por versejar.
Tu és a Musa mais linda
Que o poeta anda a cantar.

Se te espero, Diva Linda
Toda a hora em meu lugar
É pela saudade infinda
De te ter e de te olhar.

Se te quero, Diva Linda
É meu coração a pulsar
Por tua imagem bem-vinda
Que mora no meu altar.

Se te lembro, Diva Linda
Em sonhos e ao acordar
É porque em mim jamais finda
Este gosto de te amar.

JGRBranquinho

CONTRASTES


Está próxima,
 Mulher,
  a hora da partida!
Começa a saudade
  a germinar em mim.
É mais uma tempestade
  em minha vida
Que, longe de ti,
   não mais tem fim.

Não queria ir,
      Não,
Musa querida!
   Ficar! Ficar!
       Sim,
   para sempre, aqui!
Não ter que me ausentar,
   minha alegria,
        minha vida!
Ter-te por perto,
    encantar-me em ti.



JGRBranquinho

ÉS TU, A MINHA FLOR



És tu, a minha flor, SENHORA!
Só eu sei como te admiro e quero.
Tens contigo a graça que venero
Uma subtil maneira, encantadora.

A ti...e por ti.. melhor escrevo!
Multiplicas meus versos, podes crer.
Importante, para mim, o teu querer.
Não mais confesso, não me atrevo.

Quero sentir-te à minha maneira!
A tua imagem é minha companheira
Flor, que cuidarei até morrer.

Linda, mas distante, tenho-te presente!
Os teus modos prenderam minha mente
Rosa que a Primavera viu nascer.

JGRBranquinho

FOI HÁ TANTO TEMPO!

Dr. Hugo Heyrman, Personal Space, 2006


FOI HÁ TANTO TEMPO!!

Foi, na manhã do dia mais ditoso
que meus olhos te viram,
que meus ouvidos te escutaram!
Foi, nesses momentos breves,
mas tão felizes,
que teu rosto
(o mais formoso!)
e teus modos
(de encanto!)
p'ra sempre me conquistaram.

Foi, nessa manhã
(manhã inolvidável!)
que meu coração
bateu mais apressadamente!
Que minha voz, ali,
tremeu de emoção.
Foi há tanto tempo,meu  AMOR!,
Que este querer
(inquebrantável!)
se apossou do meu ser,
do teu poeta, indelevelmente!

Foi há tanto tempo,
meu AMOR!
Meu único AMOR!


(In POIESIS XV-Edit. Minerva  )
JGRBranquinho

ESCRITOS TEUS


Sonho, minha  FLOR,
nos sonhos mais ansiosos
(desejo em mim constante)
receber escritos teus!
Como tu, formosos!
Os mais bonitos, os mais queridos!
meu desejo a cada instante.
Que sejam em prosa ou verso...
(como tu quiseres)
pensando na alegria que darás
se o fizeres!
Pensando no bem que me farás.

Crê, MUSA,
que me darás muito
para além da inspiração!
Incutirás nova vida à minha  vida!
Ganhará o meu espírito, novo ânimo
sentido por tua causa!
No meu dia-a-dia, outra alegria!
Será mais poesia a minha poesia,
a minha ainda débil poesia!
Na confluência emergente
de nossas almas...
pulsará mais célere,
meu pobre coração por ti.
Será mais vida a minha vida!

JGRBranquinho


EU QUISERA, AMOR

Explosion- Salvador Dali

Eu quisera, AMOR, sim, eu quisera!...
Que o tempo não andasse
quando te tenho a sós.
Quisera, AMOR, sim, eu quisera...
Que o relógio parasse para nós.

Eu quisera, AMOR, sim, eu quisera!...
Que da flor ao fruto
o tempo não contasse!
Quisera, AMOR, sim, eu quisera...
num só tempo!...
Passado e Presente!
Que, no Mundo, para nós,
todo o bem se concertasse.

Eu quisera, AMOR, sim, eu quisera!..
Que o futuro... fosse o eterno
que anseio e sonho para nós!
Que tudo... fosse o "agora"
em nossa vida, muito nossa...
E só nossa,
meu AMOR!

JGRBranquinho

HORAS AMADAS




São horas amadas vividas a teu lado
A sentir o teu amor, mulher querida!
Olha-te o poeta, teu bem-amado,
Haurindo o teu perfume, fragância e vida.

Ouço a tua voz, melodia meu agrado!
Reparo em teus modos, graça inaudita.
Afago tuas mãos, teu corpo idolatrado,
Sou um ser amado que o outro habita.

Ao pé de ti, tudo diferente, tudo melhor!
Transborda meu coração, de tanto amor,
Minha alma exterioriza de alegria.

Dou graças ao Céu por ter-te perto!
Abençoado oásis neste meu deserto,
Santuário de amor, minha nostalgia.

JGRBranquinho

QUERIA TER-TE



Escrevo por ti, inspirado em teu imagem
À espera, de encontrar-te, novamente.
Julgo, por vezes, ser ainda uma miragem
No entanto, em mim, és tão presente.

Queria ter-te, como tenho a tua imagem
Bem gravada em mim, eternamente!
Meu pensamento, aqui, anda em viagem
Correndo para ti, constantemente.


Não sei qual mais te quer, Flor d'encanto,
Se o homem, se o poeta deste canto
Feito em tua honra, Musa e Mulher.

Sabes que és tu quem mais desejo!
Quem em ambiciosos sonhos vejo!
Quem, todo o meu ser, anseia e quer.


JGRBranquinho

CONHECI-TE, SENHORA!



Conheci-te, senhora!
Por ti, bateu forte o coração,
Sentindo em ti, alguém diferente.
Outro viver por ti, sonhei, então...
Ocupavas por inteiro a minha mente.

Conheci-te, senhora!
Por ti bateu célere o coração,
Sentindo encontrar quem procurava
Começava a fervilhar minha paixão,
Eras tu a diva que eu sonhava.

Conheci-te, senhora!
Luminosa estrela iluminou-me o coração
Eliminando a tristeza que me habitava.
Esperança neste encontro/sedução,
Eras tu, a mulher que eu desejava.

Conheci-te, senhora!
Esqueci o sofrer que em mim morava,
Julguei-me feliz por te encontrar!
Era por ti que meu ser ansiava
Hoje, estou feliz só por te amar.

JGRBranquinho

GLÓRIA AO SPORTING



Vamos cantar a glória
O valor imortal!
É nossa a vitória
"Leões" de Portugal.

Verde é a nossa bandeira
Sporting, o nosso ideal!
É sempre a primeira
A esperança final.

É nossa a vitória
"Leões "de Portugal.

  Letra:- JGRBranquinho
  Música:-Elgar(Inglês )

ESTE, O MEU LOUVOR (Acróstico )



Serenata ao Luar- Ivam de Almeida Garrett- 1983

Este o meu louvor, meu canto amigo,
Serenata ao luar, à doce amada1
Timão qu'rido que guia à enseada,
Escuna de amor, meu ansiado abrigo.

Órbita restrita, vivida sob o perigo,
Martirizada na ausência indesejada.
Escravo dum sentir de era recordada
Único querer que guardei comigo.

Longe, o início deste querer/verdade!
O coração, sempre penando de saudade,
Uma constante de nobreza sem igual!

Vivo, p'ra sempre, este querer maior:
O amor por Alguém-a mais bonita Flor!.
Recordada, dia-a-dia, até final.


(In "Labirinto de Espelhos" )

JGRBranquinho

SALVE, MENINA E MOÇA!

 Moça com livro- Almeida Júnior

Salve, Menina e Moça,
meu encantamento neste Mundo!
A graça feita mulher, qual flor do meu jardim.
Luar de prata neste rio em que me inundo
Verso renovado de inspiração sem fim.

Em ti me inspiro! Por ti choro, por ti canto!
Sou melhor poeta a escrever por ti e para ti.
Ah! como te quero!Como vives no meu canto!
Nunca, por alguém, tanto querer senti.

Deusa que puz no altar que idealizei,
Reunes em ti, encantamento que me dá vida.
A tua imagem, com ternura,  ali guardei
Viverei sem te ter, Musa querida?!

Anos sem fim, ansioso, andei sonhando!
Rezei por um  ideal que hoje encontrei.
Ideal mulher! Por ti, sou feliz, cantando...
A ti e só a ti, meus versos consagrei.


JGRBranquinho

domingo, 30 de maio de 2010

POR TI



Por ti...
o meu sonho!
A minha esperança!
O meu anseio!
Este desejo
em mim constante.
Por ti, senhora,
esta lembrança,
Não podendo ter-te aqui
a todo o instante.

Por ti...
estes versos e os que escrevi
nesta vontade imensa
de estar contigo!
Por ti...
este vazio
que desde logo em mim senti
quando te disse adeus
e te quis comigo.

Por ti...
Musa,
esta saudade em mim latente.
Por ti...
Mulher,
esta dor de amor
de te ter ausente.


JGRBranquinho  

ABERTO O MEU CORAÇÃO (Canção)

Vou cantar ao meu Amor
Aberto o meu coração
Cantarei em seu louvor
A minha melhor canção.

Canto por convicção
Meus versos são por amor!
Aberto o meu coração
Quero ser o seu cantor.

Meu cantar, fruto de amor
Pois lhe quero tanto, tanto!
É meu prazer, minha dor
Ela é todo o meu encanto.

Hei-de amá-la até à morte
Outra não tenho no Mundo!
É minha vida, meu norte
Meu querer o mais profundo.


JGRBranquinho
!

UMA BELA VISÃO!



Na planura verde, viçosa, do meu Alentejo,
vejo uma menina amazona cavalgando airosa no seu cavalo alazão.
Vejo-a, cabelo ao vento, elegante e alegre,
num sorriso vitorioso, conquistando o espaço,
qual ser alado, qual anjo esbelto que me prende e atrai,
fixando-se em minha mente para todo o sempre!
Admiro-a, sigo-a entusiasmado, olhos gulosos,
cativo desse quadro vivo que me seduz e apaixona,
que me entra pelas janelas da alma
e se perpectua em meu coração.
Vejo-a voltar!
Aproxima-se, quero tocar-lhe,
espero ansioso por abraçá-la!
Num repente...acordo do meu sonho lindo.
Enfrento, agora, a realidade!
Mesmo assim...não fico triste
porque ainda sinto essa visão graciosa
da sua figura cativante naquele quadro campestre,
(em plena Natureza,)duma amazona linda
com que eu sonhava e julgava minha.
Era como se fosse uma realidade!
Como se,voltando ali,
ela lá estivesse à minha espera
para eu a ver e abraçar sob aquele Sol primaveril,
e a beijasse num  misto de amor e paixão.
Imagens que há tanto andam no meu cérebro
e só agora me deu para tentar descrever,
sem o conseguir, por certo,
tal a magnitute da visão que tive e tão forte senti.
Sim, eras tu, Menina, eras tu!
Eras tu quem eu vira e sentira,
como se fosses, naturalmente,
minha amiga e companheira.
Sabes, no meu imaginário anda, há muito,
a ideia de como eras na infância:
-as tuas brincadeiras, as tuas preferências, como te criaste,
como te desenvolveste física e intectualmente!
Como chegaste ao cimo do Monte, à tua custa,
com essa garra que é tua, toda tua!
Por isso te admiro e quero muito, quase em segredo.
Então, Menina, mantém a confiança em ti.
Não te deixes abater, nunca!
Continua assim!
És mulher, uma grande e bela mulher
 a quem quero muito, a quem quero tanto!
Poderia dizer muito mais!
Fico-me por aqui.
Sê feliz !
Que o Senhor te guarde.

JGRBranquinho

MOSTRA A TUA INSPIRAÇÃO

Leio e releio teus escritos,
teus inspirados poemas,
onde se revela a tua alma
de enorme sensibilidade!
Procuro, senhora,
conhecer-te nesses temas!
P´'ra mim, crê,
uma bela realidade.

Leio e releio teus escritos.
Por eles... admiração!
Admiração p´lo seu valor,
p´la novidade.
São versos que cativam.
Que tocam o coração
de quem por ti  nutre
tamanha amizade.

Um conselho,
aqui, vou deixar:
Continua a escrever,
abre o teu coração!
É precisa coragem,
eu sei, para publicar!...
Mas...não te escondas...
mostra a tua inspiração.

São versos que cativam,
que tocam o coração
do poeta
que por ti nutre amizade.

JGRBranquinho

ÁGUA PURA




Tu és a água pura da Fonte dos Amores
Que a minha sede deseja em cada hora!
És a Flor, rainha entre mil flores!
É teu perfume que minha alma adora.

Tu és a água pura nascida no Monte
Espelhando a luz do Sol, como vitral!
Encantado entardecer no horizonte
Quadro de beleza rara, sem igual.

És a água pura, fresca, mãe de vida,
Elixir da juventude nunca esquecida!
A que queria voltar contigo ao lado!

És a água límpida que me inunda,
Que és minha razão- a mais profunda!
Porque te amo e sou o teu amado.


                                                                   JGRBranquinho

sábado, 29 de maio de 2010

Feira do Livro 2010


 
VON TRINA,  apresentando o poeta José Branquinho, um dos autores participantes na colectânea" Do Infinito" da Editorial Minerva. 


ESPERA DESEJADA



Eu não sei porquê !
Por que razão vivo assim?
Uma vida sem sol ,
minha austera solidão!
Não tenho em minhas mãos
meu pobre coração?!
Andarei errado?
Será este meu triste fim?
O mundo não me conhece...
pra ele...um estranho!
Sinto que o trevo de quatro folhas
jamais encontrarei!...
Eterna procura nos variados campos
 por onde andei.
intentando encontrá-lo
por este crer tamanho.
Por isso, continua a espera em minha estada.
O meu ser, teimosamente, busca a flor amada,
recompensa futura que alegra meu coração.
Quantas noites, quantos dias a sofrer assim, sozinho!
Um incontável percorrer do  seu duro caminho
Em espera desesperante,
minha constante provação.

                                                JGRBranquinho( a rever  )

VITORIOSA EUFORIA


Na alvorada  suave
de um novo dia,
não mais, de outrora,
a agústia ou dor que matam!

Sob um luar de prata,
(inesquecível )
vitoriosa euforia,
paraíso de amor
que meus versos cantam.

Num forte enlace, perfeito,
damos vida ao sonho
que sonhámos!
Anseio de nossas vidas,
perpectuando a paixão
à luz da madrugada!

É a nossa hora...
a hora há tanto esperada!
Primavera desejada,
no inverno que passámos,
sobre nossas vidas
então ,chegada, Amor!

É a ventura  nova
sentida por tantas lidas!
É a vida gerada por amor
em nossas vidas!

È o consumar do desejo
mais sentido, mais querido,
por nosso amor,
           Meu   Amor!

JGRBranquinho--------  ( A REVER  )

A JOAQUIM AGOSTINHO--(Os que por ti choram-acróstico )





Os que por ti choram, sem remédio para a dor,
São quantos empolgaste em tua vida !

Quem te amou a admirou p'lo teu valor
Uns e outros em homenagem tão sentida.
Eras o maior, no teu e nosso Portugal,

Pedalando forte a caminho da vitória!
O teu exemplo, nos fica  sem igual!
Recordaremos, para sempre, tua glória.

Tamanhas alegrias e, hoje, só tristeza!,
Indiscutível que eras, no ciclismo mundial!

Conquistavas, em cada prova, mais grandeza!,
Hoje...choramos tua perda tão brutal.
O homem e o  atleta em ti se revelaram
Reunidos num tão forte coração!
Ai quantas lágrimas por ti já se choraram!
Meu ídolo, meu herói, bravo campeão.

Lisboa, 10/05/2004
JGRBranquinho

sexta-feira, 28 de maio de 2010

NOVA IMAGEM


Escrevo para ti, de coração aberto,
Só por ti, mulher e musa, minha inspiração!
Canto e escrevo, esteja longe ou perto
Ritmo consistente, por ti, minha paixão.
És , do meu mundo, parte influente, certo?...
Vives em meu espírito, minha ambição.
Onde eu estiver...desejar-te-ei por perto
Porque és tu quem habita meu coração.

Ah! Até quando to direi?-Acreditarás?
Resta-me a esperança!...Um dia comprenderás,
Aceitando a confissão... momento de coragem!...
Ter a força que tudo sumerge, tudo suplanta!..
Inevitável em quem ama e por amor canta
Diva Linda- minha vida, querida imagem.

                                                                     JGRBranquinho

EM MEU CANTO A ESCOLA



Em meu canto...
A Escola,
Rosto de tantas vidas!
Alvorada
Que em si mesma se renova
Num futuro presente
em cada prova,
Luta comum de muitas lidas.

Em meu canto...
Sonho e realidade,
Anseio de uma Escola
inda melhor!
Em que todos,
mercê do seu valor,
Hão-de saber servir
com dignidade.

Em meu canto...
O ideal reconhecido
que é o de dar e receber
em cada instante!
O sentir que é a criança
o importante,
Num trabalho, dia-a-dia,
enriquecido.

Em meu canto...
Há fé, há esperança,
Por amor
à causa do ensino.
À Ética
que enobrece o paladino!
Que tem, na vitória,
confiança.

                Lisboa, Março de 1990
                                JGRBranquinho

AMOR / VERDADE


O sonho é grande,
                 infinito e belo!
Rio suave,
                 transparente,
Correndo de mansinho
                 no vale sem fronteiras.
Uma formosa flor nasceu,
                 desabrochou!
Quanta magia
                  ali se desprendeu
Sob o azul etéreo !
No espaço verde
                  dum subtil encanto
Onde o tempo se queda
                   num deleite imenso!
Gesto de Amor/Verdade
                   Na pureza do fascínio
Que a sós sonhei...
                    Que quis realidade!


                                                              JGRBranquinho

AO MEU BOM AMIGO BRANQUINHO



Meu bom amigo Branquinho
O calor do seu  carinho
Fez pulsar meu coração
E eu fiquei muito alegre
Porque alguém de Portalegre
Me deu grande saudação

Foi feliz ao escrevê-la
Lembrando o nosso Estrela
Bem brilhante como o Sol.
Por isso abri os meus braços
Que acabaram com abraços
Com signos de futebol.

Nunca falámos em segredo
Somos dois homens sem medo
Sempre com nossas razões.
Nós somos dois artistas
Somos dois sportinguistas
Sem recebermos lições.

Lisboa, 28/02/88

Carlos Canário-Um dos melhores jogadores do SPORTING, de todos os tempos.

(Em resposta a um poema que lhe dediquei no dia em que "OS CINQUENTENÁRIOS" do SPORTING o homenagearam)                              JGRBranquinho

            

ANTES CANTAR


Não deveria escrever sobre a Tristeza!
Ser triste...é meu fado há muitos anos!
Antes cantar a Alegria, cantar a Beleza,
A Saudade e o Amor sem desenganos.

Não deveria escrever sobre a Tristeza !
Ser forte! Insensível  a seus danos.
Antes cantar a Esperança e a Certeza
E em termos ideais...meus planos.

Cantar o Bom da vida, que é tão pouco!...
Com entusiasmo e arrebatamento louco,
Fixando, em letras de ouro, o nosso Amor.

Cantar-te como a Flor mais bela e pura,
Empregando palavras, só de ternura,
Dignas de ti e do teu muito valor.

                                                                         JGRBranquinho

DO SONHO À REALIDADE



Sonho que te enlaço em meus braços,
longamente, loucamente !
Que teu corpo belo, ao meu se enleia fortemente...
e, assim ficamos na silente madrugada.
Que tua boca beijo,
qual fresca e linda rosa perfumada,
ouvindo de nós, somente, o respirar ofegante,
o bater apressado dos nossos corações.
Somos um todo... corpo e alma unidos ternamente!
Sós, no Mundo...no Mundo nada mais existe!...
Nada há para além de nós!
Assim ficamos até ao balbuciar de  curtas palavras
 abafadas por longos beijos.
Continuo a sonhar!
Sinto agora tuas mãos amigas, afagando-me,
prendendo-me em amplexos
que são fruto da paixão imorredoira comum de dois,
presente no íntimo de nossas almas, em tantos anos!
Testemunhada pelo Céu que nos provou e abençoou.
Choramos!
Nossas lágrimas confundem-se,
misturam-se, escorrem-nos pelas faces,
molhando nossos lábios.
Beijo o sal dessas lágrimas benditas
que são tónico de amor,
ventura e sabor de vida em vida com sabor,
em vida com sentido!
Acordo !
Todo o encanto e sublime dessa vivência
em sonho de amor, se desfaz!
Quisera sonhar de novo!
Voltar para ti que eras tão perto
e és, agora, tão distante!
O impossível, o real, soa, agora, a  meus ouvidos !|
Realidade detestável do que é e não deveria ser!
Realidade cruel, a mais sentida,
que esmorece e faz sofrer .

                                                                  JGRBranquinho

PORQUÊ , SENHOR ?!



Porquê,  SENHOR ?!
Onde está a Felicidade?!
Ruiu meu castelo em flor
Quanta infelicidade!

Um dia...julguei-me feliz !
Encantei-me em seu olhar.
Mas...sou agora infeliz
Enredado em tanto azar.

Uma luz me iluminou,
A minha alma encantou,
Mostrou-me o El-Dorado!

O mundo que julguei  ter,
Reanimou meu pobre ser.
Deus meu! Porque me foi  negado?!

                                                         JGRBranquinho

ERA SÓ UM SONHO

Era só um sonho,
                 só um sonho meu!
Realidade bem diferente
                em minha vida.
A ambição...
                por vezes desmedida...
Só que o coração do poeta,
                ensandeceu.
O sonho... lícito ,
                em quem vive por amor.
Um anseio
                por vida melhor neste Mundo.
Mágoa vivida a sós
                por um amor profundo,
Sabendo que a razão
                não desvanece a dor.
O homem e o poeta
                se confundem no meu ser!
Não os distingo, tanta vez,
                é a verdade!
Homem e poeta...
                inquestionável  realidade!
Onde começa um?! Onde acaba o outro?!


               Só   DEUS ! Há-de saber.

                                                                  JGRBranquinho

MEU CONSELHO MEU DESEJO


Não consintas que a tristeza
more em teu coração.
Afasta, de ti,
pensamentos negativos.
Mantém o teu sorriso,
minha sedução!
Encanta meus sentidos
só por ti, cativos.

Que onde estiveres
me sintas muito perto!
Não quero que alguém
esteja em meu lugar!...
Quero deixar, por ti,
o meu deserto,
Onde estou, sempre livre ,
p´ra te amar.

Não consintas o desânimo
em teu coração!
Não diminua, em ti ,
a chama deste amor!
Não esmoreça, em ti ,
a flor da sedução!
E sentirei, em mim,
melhor, o seu fulgor.


JGRBranquinho

NEM LEIS NEM CONVENÇÕES


Nem leis nem convenções
contra o AMOR
No Mundo, o mais belo
dos sentimentos!
Sem tempo, nem idade,
de todos os momentos!
Tem o sentido e beleza
de eterna flor.

Nem leis nem convenções
podem matá-lo
Se nos corações
vive arreigado.
Dom de Deus,
por isso abençoado.
É pecado mortal
contrariá-lo.

Amar alguém...
cumprir o mandamento!
Benção maior
sentida neste Mundo!
Amor sincero, amor firme,
amor profundo,
Vivido em pleno
em céu de encantamento.

                                                            JGRBranquinho

quinta-feira, 27 de maio de 2010

BONITO ARREBOL

Heaven's Sunrise-Mike Wilson

És a luz de alvorada
                 que anuncia o dia,
O afago, a ternura,
                 que dão vida à vida!
És o meu sol,
                 a minha alegria,
O meu campo verde
                 na paisagem  tida.

És a minha aurora
                 no meu acordar,
O tempo ameno e bom
                 que me acalenta!
O bonito arrebol
                  no dia a findar,
O impulso que arrebata
                  e o amor aumenta.

És o meu sonho alegre,
                  minha ambição,
O meu anseio maior
                  e minha ventura!
Bálsamo de eternidade
                  em meu coração
Que todos os meus males
                   atenua e cura.

És a benção maior
                   que jamais tive!

                                                             JGRBranquinho

NESTE LUGAR, NESTA CASA

Ando descontente se estou longe de ti
Sem poder olhar teu rosto amado !
Se, quando perto, saudades  senti...
Como não, aqui sozinho, desterrado ?

Ando triste porque estou longe de ti
Neste lugar de teus olhos ignorado.
Se soubesses como te lembro aqui
Aceitarias estar comigo, a meu lado.

Nada me agrada mais que poder ver-te !
Nem receio maior do que  perder-te!
E trago, em sobressalto, o coração.

Sofro porque te amo tanto e não te vejo.
Recordo-te com saudade, és meu desejo
Nesta casa onde choro de emoção.

                                                                          JGRBranquinho

AMOR MEU AMOR ! (Canção )

Ando a cantar em teu louvor
Minha amiga, minha paixão.
Exaltando o teu valor
Alegra-se meu coração.

       REFRÃO.
Amor, meu Amor, 
        meu Amor!
Meu Amor,
        meu Amor!
Meu Amor,
        meu Amor!

Ando cantar-te, senhora,
Por este querer mais forte!
Minha Musa inspiradora
Minha deusa, minha sorte.

Ando a  cantar-te, mulher,
Po um sentir forte, profundo!
Nem sabes quanto te quer
Um ser perdido no Mundo.

Quisera encontrar-te aqui,
Ter-te p´ra sempre comigo!
Desde a hora em que te vi
Esquecer-te não consigo.

Como é bom gostar de ti
Mesmo longe, mesmo distante!
Por ti, já tanto vivi !
És para mim importante.


                                                        JGRBranquinho

AO REI SOL

Pintura Asteca do Sol -J.Andrel

O SOL,
companheiro nesta viagem,
Ilumina e aquece
(com amor)a minha vida !
É saudade,
quando ausente,
Miragem,
anseio do poeta triste
nesta lida.
Aguarda-o com avidez,
espera-o impaciente!
Sua vida, sem ele,
não tem mais sentido.
Fervilha, constante,
em sua mente,
Esse bem maior
que lhe é tão querido.
Bendito SOL !
Bendito o seu calor!
Cantarei sempre o seu valor
na Poesia,
justamente consagrada.
É vida, o REI SOL!
Suprema alegria !
Manancial de luz,
pura magia!
Quero tê-lo, eterno,
em minha estrada.

JGRBranquinho

A COIMBRA --- MINHA SAUDADE !

Coimbra, terra de encanto
Orgulho do meu País !
És presença no meu canto
Do meu canto és raiz.

Coimbra, terra de amor
Dos poetas inspiração !
Tu és, na ausência, a dor
Que mora em meu coração.

Coimbra onde passei
Momentos da mocidade.
Por ti, de amor cantei
No Penedo da Saudade.

Coimbra dos estudantes
Das tradições mais vividas!
Vestes capas ondulantes
Nas serenatas sentidas.

Coimbra do Calhabé
E do Parque da Sereia.
Da velha e da nova Sé.
Não mais me sais da ideia.

Coimbra, es meu desejo
Do Choupal até à Lapa!
Em teus recantos me vejo
Envolto em tua capa.

Coimbra, doce lembrança
Que revivo tanta vez!
Tua beleza não cansa..
Herdaste-a da linda Inês.

Coimbra de Santa Clara
Do Mondego e Santa Cruz.
De tantas belezas avara...
És, neste Mundo, uma luz.


                                                      JGRBranquinho

ESSE TEU SORRISO




Esse teu sorriso, Senhora,
é meu encantamento!
Sorriso, melodia breve,
que cativa, que seduz.
Sonho ouvi-lo!
Quero ouvi-lo!
É meu encantamento!
Para o poeta
(porque não para o homem?)
Luminosa luz.

Tem algo de diferente!
Não vi nenhum outro assim!
É musical, é lindo!
Eu gosto tanto!
Um sorriso teu, Mulher,
alegria redobrada em mim.
Só em ti eu vi e ouvi!
É chama no meu canto.

O teu sorriso, Senhora,
onda fresca, meu desejo!
Ris e eu deliro, crê,
por tão raro ensejo!
Ris e sinto agradado-
 -feliz,
meu pobre coração.
Ideal é, para nim,
ouvir-te num sorriso franco.
Saúdo-te por ele!
Luar sobre lírio branco!
O teu Sorriso, Mulher,
soa  harmonioso,
qual Canção .


                                                     JGRBranquinho

quarta-feira, 26 de maio de 2010

MEU TORRÃO IDOLATRADO

Imagem de Nossa Senhora da Esperança


Rios de sol, vida e luz !
Primavera de mil cores!
Fantasia?-Não!
-Suma realidade!
Meu jardim de encanto.
Orgulho e alegria ingénua!
Meu campo de flores
Matizando a vida em cada canto
!
Ultimo domingo de Agosto...
SENHORA DA ESPERANÇA-
- A FESTA que empolga vidas!
Finda a labuta, colhido o pão,
Esquecidas são as lidas
pelas vidas em botão.
                                                                                        
Meu MONTE CARVALHO!
Meu berço afago
entre  montes situado!
Meu saudoso largo,
das horas de brincar.
Benção maior!
Na flor da vida, benção sentida,
Meu torrão idolatrado!

Minha RIBEIRA de NISA!
Minha mãe de afectos mil,
minha terra amada!
Dos estreitos caminhos
que corri por gosto.
Formosa  ribeira
correndo entre hortas e penhascos,
sob o velho pontão,
tremendo em dias de tempestade!
Cavalgada de águas,
enxurradas de arrasar ,
que os  meninos, correndo,
vinham admirar.

Quão distantes tempos idos
hoje, por mim,  reordados,
hoje saudados!
Os mais queridos
duma infância alegre,
sem cuidados,
sem pecados!
Igreja de Nossa Senhora da Esperança- Ribeira de Nisa
Monte Carvalho
                                                                                                                                                        JGRBranquinho

terça-feira, 25 de maio de 2010

SALVE O DIA 18 DE MAIO !

Father and Son- Lunzen

Para o meu bom pai
um abraço neste dia !
Aqui longe,
saudade bem sentida!
Recordação forte
dos dias que vivia
a seu lado
na Ribeira  querida.
Os dias fizeram  meses,
estes... anos !
Muito tempo ausente
na luta... desgastante !
Bendita a hora que vieste ao Mundo !
Oh! Sim, por este  nosso amor
 tão forte, tão profundo !
Meu maior, meu melhor Amigo,
a quem devo tanto!
P A I  !!
Que este dia se repita, em alegria,
 através dos tempos em nossa companhia
INFINITAMENTE , como o sinto e como o canto .

O teu filho muito Amigo,
 José
( No dia do 80º aniversário do meu querido pai )
JGRBranquinho

VIVER ! VIVER ! E A VIDA ACONTECER !

Quero falar-te !
Ouvir tua meiga voz
nesse tom argênteo,
inconfundível,que me encanta!
Quero estar contigo !
Ternos momentos de amor,
sentindo o coração pulsar,
apressado e louco,
no maior fervor!

Meu sonho- sonho maior-
-ousado e belo, realizar!
Por muito amar-te e desejar-te,
em meus braços  apertar-te
na força deste querer!
Abraçar-te, beijar-te,
beber teu suave odor.
Meu ser... sentir teu ser!
Teu ser... sentir meu ser!...
Fragância do nosso amor.
Tudo ganhar! Nada perder!
VIVER! VIVER !
E A VIDA ACONTECER!

  JGRBranquinho

MINHA PALAVRA

Minha palavra, meu anseio,
meu sentir, meu grito !
Alerta que a alma não cala,
não pode calar!
Luz que se não extingue,
incomum paixão!
Vulcão activo, chama viva!
Braseiro incandescente
que aquece e me dá vida!
Grata sedução.

Minha palavra, meu anseio,
meu sentir, meu grito !
Lago transbordante
que me  inunda e faz sonhar!
Arrebatamento que enleva,
que me eleva ...
no Monte, a pique,
seguro de o escalar

No horizonte...
O Astro-Rei.  a despontar!
Meu peito,  insofrido ,
a  mostrar à luz do dia ,
a canção sentida .

Então...sim !
Suprema liberdade !
Afirmação total de uma vontade,
Completo desnudar da própria vida,
Minha  LIDA !


                                                                              JGRBranquinho                                      

SÃO HORAS LONGAS (Acróstico )


São horas longas, de dias infindáveis,
A espera que acabe a desventura.
O tempo perdido, desilusão que dura !

Hino triste, de sons indesejáveis.
Ontem foi Sol  ! Alegria descuidada !...
Rios deslizando na força das correntes.
As margens, verdejantes,  inocentes,
Segurando as águas de enxurrada.

Luta desleal, imposta sem piedade!
Onde o amor, a sós com a  verdade,
Não teve, p'lo seu lado,, a sorte.
Gente sem alma !  Matéria inerte e fria,
Atraiçou o sonho, matou nossa alegria,
Sacrificou o amor mais puro e forte!

                                                                       JGRBranquinho

PORQUE FOI ? !

Porque foi
        que Deus te pôs
               no meu caminho?!
Porque foi
         que te conheci,
               mulher  querida?!
-Porque só tu
          és digna
               deste carinho
Que enche
          e transborda
               a minha vida.
-Porque só tu
           inspiras
                o meu ser!
Porque só tu
           acalmas
                minha dor!
Porque só tu
            dás alegria 
                 ao meu viver!
Porque só a ti
             consagro
                  o meu amor.


                                                              JGRBranquinho

O SOL E A FLOR (Acróstico )

O Sol brilha mais se tem consigo a sua Flor

Sol de amor que a vê razão de ser.
O seu encanto o faz brotar outro calor
Luz diferente e empolgante do seu ser.

Bem-aventurado por poder sentir a sua dor
Rica se sentido p'lo valor do seu querer.
Inteira doação consequente dum puro amor
Lirismo, o  mais sentido no seu ser!
Há esperança, em sua alma, cada dia,
A fé que há muito  já  não sentia.

Milagre dum querer cada vez mais forte
A Flor e o Sol  hão-de ter  uma só vida!
Intensa vida  só  por amor  vivida
Sol e Flor bafejados por outra sorte.


                                            JGRBranquinho

A L G U É M

Vista de Arles com Lírios- V. Van Gogh

Para alguém sou o lírio entre os abrolhos
E tenho as formas  ideais  do Cristo
Para alguém sou a vida e a luz dos olhos,
E se na Terra existe é porque existo.

Esse alguém,  que prefere ao namorado
Cantar das aves minha rude voz,
Nãp és tu,  anjo meu idolatrado,
Nem, meus amigos,  é nenhum de vós!

Quando alta noite me reclino e deito
Melancólico,  triste e  fatigado,
Esse alguém abre as asas no meu leito
E o meu sono desliza perfumado.

Chovam bençãos de Deus sobre a que chora
Por mim além dos mares!  Esse alguém
É de meus dias a esplendente aurora
És tu,  doce velhinha,  ó minha mãe!


Gonçalves Crespo- Miniaturas.
( Para mim um dos poemas mais lindos e dos primeiros que aprendi )

domingo, 23 de maio de 2010

FELICIDADE- SUPREMA FELICIDADE- FORMOSURA


                      Sleeping Beauty- Henry Meynell Rheam


FELICIDADE   é...

Saber que tu existes e poder pensar em ti;
Poder falar-te a sós e ter a tua compreensão;
Poder ter o teu estímulo para tudo o que realizo;
Poder ter o teu carinho nas horas de desânimo ou de tristeza;
Poder receber uma mensagem tua, pela manhã, benção de alvorada.


SUPREMA  FELICIDADE  é...

Poder ter a tua companhia, momento a momento, onde quer que esteja, se o desejares;
Poder ter-te como mãe dos meus filhos-dos nossos filhos;
Poder desfrutar contigo o tempo de vida que Deus nos dá, num comum anseio;
Poder ter o teu amor em correspondência plena com o que em meu coração vive por ti,

FORMOSURA ...
Nove letras que definem a tua figura gentil aos olhos do homem e, do poeta que te canta em seus poemas sentidos, sem sombra de cansaço, porque te ama e venera;
Nove letras de um conjunto que é grato ao meu coração, pelo que para mim representa de verdadeiro, também presente em minha alma, presa ao teu singular encanto.
Nove letras que consagram a tua imagem, minha companhia de todas as horas, ainda que estejas longe, muito longe, meu  grande   A M O R .

JGRBranquinho