sexta-feira, 14 de maio de 2010

ALVORADA DE ALEGRIA


Alvorada de alegria
Luz radiosa!
Eu te saúdo,  Amor ,
nos versos do meu canto.
Presença sempre viva,
gentil, graciosa!
Não tenho outra igual
em minha vida.
Para mim...
maior estímulo quando escrevo!
Meu anseio constante,
madrugada qu'rida.
É por ti,  Alvorecer,
que meus versos subscrevo.
Cada dia, acordo
 a esperar-te, companheira!
Ambição maior do poeta,
estímulo desejado.
És tu, alvorada,
a inspiração primeira!
Por ti, Amiga,
anda o poeta apaixonado.

                                                                 JGRBranquinho

1 comentário:

  1. Olá, Amiga Vitória!
    Grato pelo comentário e pela sua amizade que muito prezo.
    Espero poder contar,sempre,com a sua prestimosa colaboração.

    ResponderEliminar