sexta-feira, 7 de agosto de 2015

FOI HÁ TANTO TEMPO



Foi na tarde do dia
mais ditoso que já vivi,
que meus olhos te viram
que meus ouvidos te escutaram
- mulher da minha vida!
Foi nesses instantes breves
 (mas tão felizes!)
que teu rosto
(o mais formoso!)
e teus modos
(tão simples, tão naturais!)
para sempre me conquistaram.
Foi nessa tarde
(tarde inolvidável!)
Que meu coração bateu
mais apressadamente!
Que minha voz,
por tua presença angelical,
tremeu de emoção.
Foi há tanto, tanto tempo
- MEU AMOR-
Que este querer
(querer inquebrantável!)
se apossou do teu poeta
indelevelmente.
Foi há tanto tempo-
-MEU AMOR!
MEU AMADO AMOR.
Revisto em 7 de agosto de 2015
JGRBranquinho

2 comentários:

  1. Muito bonito. Gostei sinceramente. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Obrigado, Dulce, por dares a tua amável opinião. Gostei que gostasses. Um beijo

    ResponderEliminar