terça-feira, 7 de março de 2017

FAROL NA ESCURIDÃO


São teus dotes a fonte inspiradora!
Contigo… meu passo é mais seguro.
És tu a minha fada protetora,
Mulher por quem nutro o amor mais puro.

És tu (crê) a minha diva redentora
Aquela que meus dias mais alegrou!
És a bendita luz libertadora,
A deusa que meu estro abençoou.

Farol na escuridão que atravesso
Salvação da nau que anda perdida
Ao sabor da tormenta que destrói.

Aqui ao leme… gritando, possesso,
Clamo p’la tua imagem querida.
Suaviza esta dor que tanto dói.
JGRBranquinho
NOTA- Está no meu Livro:- “CANTOS DO MEU CANTO”
 sob outra forma.- Pág. 58.


Sem comentários:

Enviar um comentário