segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

MEU MONTE QUERIDO




MEU  MONTE  QUERIDO

Minha aldeia/mãe
Meu cantinho, meu lar!
Meu lugar de abrigo
Meu Monte, meu encanto.
Por ti e para ti
Meu sentido canto
Enquanto puder
E souber cantar.

Minha aldeia/mãe
Meu cantinho, meu lar!
Onde nasci e cresci
Onde me refaço.
A que regresso alegre
A que me enlaço!
Meu sítio amado
Céu de encantar.

Meu Monte querido
Meu lugar de amor!
Refúgio mais sentido
Meu eterno Amor.
Meu berço dourado
Meu grato sonhar
Que muito em breve
Voltarei a abraçar.

Monte Carvalho, 8 de Fevereiro de 2013
JGRBranquinho

2 comentários:

  1. A saudade que não queres calar, que se solta em belas palavras, porque o amor ao chão que pisámos pela primeira vez, fica eternizado em nós e na nossa poesia. Bj.

    ResponderEliminar
  2. Olá, querida Amiga Natália!
    Muito grato pela visita e comentário que deixaste. Disseste muito bem, sintetizando um estado de alma comum a quem nunca esquece o seu cantinho- o lugar onde viu a luz do dia. Obrigado por seres, também, minha seguidora. Um beijinho e até sempre!

    ResponderEliminar