terça-feira, 17 de maio de 2016

MEU AMOR, MINHA FLOR


Meu Amor, minha Flor, és tu, linda mulher!
Minha maior alegria, meu sagrado alento.
Fruto do puro amor que mora em meu ser
Meu encanto Aqui, meu céu e meu lamento.

É loucura? Paixão? É a realidade!
Nasceu no coração que hoje por ti vive.
Envolve-me por inteiro; é a felicidade
Como na minha vida ainda não tive.

És minha Flor, só minha! Não de mais ninguém!
Sinto-o cada hora que o dia tem.
Em mim esta certeza, terna melodia!

Hoje distante é dor que dói e me tortura!
Será para nós manhã sem laivos d’amargura,
Sol nascente sem mancha! SIM…UM NOVO DIA!

 Quinta da Piedade, 18 de maio de 2009

Revisto em 17 de maio de 2016
JGRBranquinho   -  “Little White”




Sem comentários:

Enviar um comentário