sexta-feira, 30 de abril de 2010

MINHA CIDADE, MEU FORTE ABRIGO, MEU DOCE ENCANTO

Minha Cidade, meu forte abrigo
meu doce encanto!
Em teu seio, dia e noite,
há vida, há alegria.
Amo-te! Canto por ti
dia após dia!
Canto-te com amor,
nem sabes quanto.

Minha Cidade, meu forte abrigo,
meu doce encanto!
Na distância imposta,
és minha nostalgia.
Mãe amada, mãe saudada
nos versos do meu canto...
Recanto os tempos bons
que em ti vivia.

Minha Cidade!Minha Portalegre,
meu berço adorado!
Todo o aconchego teu,
em mim está bem guardado.
Ando a exaltar-te por todo o bem
que me fizeste.

Hei-de cantar-te, Amiga,
 até que me leve a Morte!
Serei o teu Orfeu! Tu, a minha Euridice,
minha consorte,
Retribuindo o amor
e o doce afago que me deste.

JGRBranquinho

Sem comentários:

Enviar um comentário