domingo, 2 de maio de 2010

DOCE VISÃO

Doce visão
na tarde calma
Que me surgiste
qual aparição sublime
E o meu estro
inspirou!
Meiga sedução
que à  minha alma triste...
Trazer vieste...
A  realidade
dum sonho...
que há muito!
Ela sonhou.
A realidade
dum sonho...
Que há muito!
Ela sonhou.

                                                           JGRBranquinho

Sem comentários:

Enviar um comentário